O cobogó Featured

Aquele elemento da arquitetura originalmente brasileiro que atravessou o século e caminha para o seu centenário. Estou falando sim, do “Cobogó”, criado no século passado na década de 1920 e que recebeu esse nome em homenagem aos seus criadores. Três engenheiros que moravam em Recife, uniram as primeiras sílabas do seus sobrenomes para compor o nome do elemento:  Amadeu Oliveira Coimbra, o alemão Ernesto August Boeckmann e o brasileiro Antônio de is.

 

Criado com o objetivo de levantar paredes sem vedar ou isolar, permitindo assim a entrada de luz e ventilação natural nos ambientes, o elemento inicialmente criado em cimento logo disseminou Brasil afora e fora também muito usado nos anos 50 e 60 por Lúcio Costa e Niemeyer em suas construções modernistas. Muitos prédios públicos e edifícios residenciais em Brasília, por exemplo, levam o encanto dos desenhos das sombras criadas a partir da incidência da luz nesses elementos vazados, um efeito que se transforma a depender da hora do dia em que essa luz incide. 

Com o passar dos anos o Cobogò tomou o espaço interno das casas, sendo usado como divisórias ou mesmo na decoração e com inúmeras aplicações internas ou externas. Mais recentemente uma diversidade de desenhos vem ganhando espaço na arquitetura de interiores e não é só isso, eles passaram a ser produzidos também em outros materiais como cerâmicas, madeiras, vidros ou mármores.

Como não se encantar pelos belos desenhos organizados em fiadas, um a um, bloco a bloco, sombra a sombra dos cobogós? Como não se render à funcionalidade dele antes de tudo? Estilizados ou não, com alta ou baixa permeabilidade visual, vemos esses elementos vazados atravessando o tempo dentro da arquitetura.

 

Fonte: Anual Design , fevereiro de 2017

Archdaily, junho 2015

 

Last modified onQuinta, 25 Janeiro 2018 17:46
Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

back to top
  1. Hot News
  2. Tags
  3. Comments
Regiões administrativas do Distrito Federal terão 61 blocos de carnaval

Hits:69

TOLERÂNCIA

Hits:58

Os óculos e suas harmonizações

Hits:47

Carnavalizando com estilo

Hits:47

Milton em Brasília

Hits:51

O cobogó

Hits:51

Sign In or Create Account